Um cão a sério !

Agosto 22, 2010


Algumas vezes em tom de brincadeira dizemos que certos cães não são cães a serio devido ao seu tamanho, mas descobri recentemente que existe mesmo uma medida e um peso para o cão ser considerado um cão a serio.

Um cão a serio tem que ter pelo menos 65cm e pesar mais de 40Kg !

Quem sou eu para por esta magnifica formula em causa visto que quem o disse eu presumo que seja alguém altamente certificada e com vários anos de experiência não só no treino canino mas também de veterinária, comportamento e nutrição dado as sábias respostas que este “senhor” dá a todos os que precisam de ajuda com os seus animais e recorrem a um desses fabulosos fóruns de discussão nacionais.

Claro que depois de ler a formula fiquei destroçado, nenhum dos meus cães é um cão a sério … nem o meu Border Collie nem a minha PittBull escaparam á cruel formula!

Se julga que tem um cão a serio não se esqueça de o medir e pesar pois pode-se estar a enganar a si próprio,

É cada caramelo !

Bons Treinos

P.S.: Troco Border Collie + Pittbull por um São Bernardo

Walt Disney vs B.F.Skinner

Março 14, 2010

“Um cão foi castigado sempre que foi apanhado a roer a mobília, Agora o cão evita roer a mobília quando o dono está em casa mas torna-se destrutivo quando esta só. Quando o dono chega a casa e vê os estragos, o cão encolhe-se, põem as orelhas para traz e a cabeça para baixo.

Visão do Walt Disney:

O cão aprendeu que por causa dos castigos que roer a mobília é errado. O cão não gosta de ficar sozinho em casa, e para se vingar do dono, roí a mobília quando este o deixa. Por outras palavras ele deliberadamente faz algo que sabe que é errado. Quando o dono chega a casa o cão sente-se culpado pelo que fez.

Visão de B.F.Skinner:

O cão aprende que roer a mobília é perigoso quando o dono está por presente mas seguro quando o dono está ausente. O cão fica ansioso quando deixado só e sente-se melhor quando roí. Também o ajuda a passar o tempo. Mais tarde, quando o dono chega a casa, o cão envia sinais de apaziguamento numa tentativa de evitar o tratamento duro e punitivo que ele aprendeu que acontece quando o dono chega a casa. Á chegada do dono a casa tornou-se um sinal. O cão sabe que vai ser castigado, mas não sabe porque.

Não à duvida que a segunda visão é a correcta. A questão não é mais qual das interpretações é a verdadeira mas sim porque é que ainda existem pessoas que discutem esta questão.”

“The Culture Clash” 1996 Jean Donaldson

Não tenho muito a acrescentar sobre este assunto senão recomendar a todos os donos de cães a leitura deste livro.

Bons Treinos

Click & Play : Agility

Março 7, 2010

O livro “Click & Play : Agility” de Angélica Steinker vai estar disponível gratuitamente no blog de Steve Schwarz : Agility Nerd .


No inicio de cada mês será disponibilizado para download em formato PDF um capitulo do livro, neste momento ja se encontra disponivel para download a introdução e o primeiro capitulo.

Podem fazer o download no seguinte link : http://agilitynerd.com/blog/agility/publications/ClickAndPlayAgility.html

Aproveitem e bons treinos !

<!–[if gte mso 9]> Normal 0 21 false false false PT X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 <![endif]–><!–[if gte mso 9]> <![endif]–> <!–[endif]–>aquí

Vai de Recto!

Fevereiro 20, 2010

Quando vamos passear os nossos cães, por vezes assistimos a coisas estranhíssimas.


Um dia destes estava a passear com a bicharada num descampado aqui perto e comecei a ouvir uma voz tenebrosa a berrar: “vai de recto”, “vai de recto”.

Acelerei o passo em direcção ao carro mas a voz cada vez mais perto continuava a fazer-se ouvir: “vai de recto”, “vai de recto”.

Quando finalmente consegui perceber o que se estava a passar … e consegui segurar os cães… reparei que…

Era apenas um “individuo” a conduzir o seu rebanho de um ponto para o outro pelo meio do descampado!!!

Á coisas estranhíssimas não á?

Adeus … Sofia !

Janeiro 30, 2010

A Sofia partiu para o outro lado do arco-íris no passado dia 27 vítima de insuficiência renal aguda deixando um vazio enorme nas nossas vidas.

Foi um prazer ter-te connosco minha gata selvagem maluca.

Adeus Sofia!

Reflexões !

Janeiro 15, 2010

Quando chega a hora de ensinarmos os nossos cães e fazerem as necessidades no local correcto todos dizemos para usar métodos positivos e nunca castigar o cão se ele de descuidar, ou seja recompensar sempre que ele faz no local correcto, ignorar quando não o faz e de uma forma natural passar este reforço a intermitente ate desaparecer por completo.


A maior parte de nos ensinou assim o nosso cão mas sem se preocupar com todos estes termos. Ensinamos o nosso cão a fazer as necessidades no local correcto desta forma porque sabemos que é a maneira correcta de ensinar e sabemos que é assim que os cães aprendem.

Mas … e se em vez de estarmos a falar das necessidades no local correcto estivermos a falar de um senta, um deita ou um chamamento ?

Ai já começa a conversa do costume … o método positivo não funciona, vamos ter que andar de salsicha na mão para o cão vir ao chamamento, quando não tivermos comida na mão ele não vai obedecer, o cão passado pouco tempo vai se esquecer dos comandos … etc, etc, etc

Será que isto faz sentido ??

– Tem que levar comida na mão para o seu cão fazer as necessidades no local correcto?

– Ele esquece-se de qual o local correcto passado algum tempo?

– Ele por vezes não obedece? (atenção que as vezes que deixa o seu cão sozinho mais de 12 horas e ele faz no tapete não contam)

– Foi assim tão difícil fazer desaparecer a recompensa?

– Será isto do reforço intermitente tão complicado como se diz?

Cumprimentos e bons cliques !

A tentar largar a preguiça !

Dezembro 13, 2009

Não é que a tenha largado de vez … mas larguei-a uns minutinhos xD

O resultado foi um cabeçalho novo para o “Chamara-me Safira” e algumas fotos do Joel editadas…


Agora vou jantar para ver se tenho força para atirar umas bolas ao Joel.

Bons Treinos e nada de preguiça !!