Castigo Positivo é definido como a adição de algo que fará diminuir a frequência de um comportamento (isto pode ser qualquer coisa desde um simples “não”, até ao uso de punições físicas – uso de estranguladoras, impulsos eléctricos, palmadas, etc.)


Aqui estão algumas razoes pelas quais não deve utilizar castigo positivo com os seus cães.

– Sem o timing, intensidade e consistência perfeita a administração de um castigo positivo rapidamente se pode tornar em abuso.

– O cão aprende a evitar aquele que o pune de forma a poder praticar o comportamento indesejado.

– O uso de castigo positivo pode provocar danos emocionais irreversíveis para o cão e ou para o humano podendo mesmo chegar a haver mudanças irreversíveis no cérebro.

– O uso de castigo positivo esta cientificamente provado como algo que aumenta as hormonas que causam stress, excitabilidade e agressividade.

– Os animais habituam-se ao uso de castigo positivo, isto quer dizer que a sua intensidade terá sempre que ser aumentada.

– Não se pode fazer com que crianças, outros cães ou qualquer outra coisa se torne um reforço para um cão aplicando castigo positivo. Apenas se consegue suprimir comportamentos.

– O uso do castigo positivo faz com que os cães suprimam os seus sinais comunicativos como tal faz com que possam vir a morder sem avisar.

– Cães treinados com castigo positivo sentem-se aprisionados quando junto do seu dono porque sair de um “fica” ou sair do lado do dono pode resultar numa punição. Cães que acham que não podem escapar têm mais tendência a morder do que aqueles que se movem livremente.

– A punição pode na realidade aumentar o comportamento que se pretende extinguir uma vez que uma punição pode ser considerada pelo cão como atenção.

– Ao usar punições com o seu cão não existe forma de competir com outras coisas que aparecem no ambiente. O cão encontrara no ambiente, outros estímulos mais valiosos que o dono porque existe um historial de castigos vindos do mesmo.

– Cães que são punidos não oferecem comportamentos com tanta prontidão como tal é muito mais difícil ensinar-lhes obediência, desportos ou truques.

– Pessoas que usam castigo positivo, irão punir mais frequentemente no futuro por ser um reforço positivo para elas mesmas. Usar punições faz com que os nossos padrões comportamentais mudem em relação aos cães e mesmo em relação a outras pessoas. Algumas pessoas não conseguem parar de usar castigo positivo mesmo que queiram, vão precisar de ajuda para mudar o seu próprio comportamento.

The Dog Whisperer’s

Janeiro 23, 2009

Serão os métodos do “Dog Wisperer” eficazes?

“Eu nunca vi um comportamento ser realmente modificado em nenhum dos programas. O que vejo são cães com comportamentos suprimidos; cães a caminhar com trelas curtas, cães hirtos e imóveis após serem rolados ou atirados á força para o lado, cães que em quase todas as instâncias estão presos de uma forma ou de outra.

Para mim, como para muitos outros treinadores que trabalham com cães diariamente, se o cão tem que estar preso por uma trela curta para poder passar por outro cão, para ser penteado ou para outra coisa qualquer, o comportamento não foi alterado.” ( cãosciencia )

“Treino Formal”

Janeiro 21, 2009

Será que a nossa vaidade ou o nosso desporto justifica este tipo de tratamento?

Esperemos que não tarde em impor-se o bom senso do Homem e estes “supostos métodos de ensino” passem onde deveriam já estar … à História

Não perca o artigo “Apport Forçado por Dogsenjoy.es” no blog Cãosciencia que fala exactamente deste tema.

http://caosciencia.blogspot.com/2009/01/apport-forado-por-dogsenjoyblogspotcom.html